As pessoas com deficiência e a acessibilidade no trabalho

Acessibilidade Pessoas com Deficiência Pix Mídia Blog

Na última 2ª feira (11) foi o Dia da Pessoa com Deficiência Física. Segundo o IBGE, 8,4% dos brasileiros com mais de 2 anos tem alguma deficiência. Por isso, a data busca lançar luz sobre esse grupo com mais de 17 milhões de pessoas.

Em suma, é impossível falar de inclusão sem acessibilidade. Afinal de contas, uma não existe sem a outra. As pessoas com deficiência fazem parte da sociedade. Sendo assim, tem o direito de usar os espaços públicos, andar de ônibus, etc.

Porém, o que isso quer dizer? Em primeiro lugar, todo mundo tem o direito de ir e vir. Nesse sentido, a acessibilidade permite que as pessoas com deficiência tenham autonomia para se deslocar com segurança.

Quem usa cadeira de rodas, por exemplo, precisa de uma rampa para atravessar a rua. Além disso, um buraco no meio da calçada é uma dor de cabeça para muita gente. Para pessoas com deficiência física, então, nem se fale.

No entanto, a acessibilidade vai muito além disso. Para se ter ideia, ela derruba o muro social que separa as pessoas com deficiência das demais. Em resumo, elas têm o direito de se divertir, estudar, trabalhar e muito mais.

A acessibilidade e o digital

As pessoas com deficiência também interagem com o outro e estão na internet. Em contrapartida, essa troca nem sempre é possível. Afinal de contas, a comunicação, seja ela qual for, está longe de ser 100% acessível.

Ainda de acordo com o IBGE, 5% da população do país é surda. O que corresponde a 10 milhões de pessoas. Sendo assim, ao exibir conteúdos em Libras na sua tela de digital signage, por exemplo, você está sendo mais inclusivo.

Há pouco tempo, o Android lançou um recurso de legendas instantâneas. Uma opção que transcreve os áudios em tempo real. Desse modo, algumas pessoas com deficiência conseguem entender os posts do Instagram, vídeos no YouTube, etc.

No mais, a sua empresa ou marca também pode legendar os vídeos das redes sociais e chegar em mais pessoas. Além disso, a hashtag #PraCegoVer é uma forma de descrever as imagens que estão no seu feed. Legal, né?

As pessoas com deficiência e as empresas

Você sabia que a Lei de Cotas exige que as empresas a partir dos 100 colaboradores preencham parte do seu quadro com pessoas com deficiência? Nesse caso, se uma empresa tem 500 empregados, 15 deles precisam ter alguma deficiência.

Por outro lado, não basta só contratar. Desse modo, as pessoas com deficiência precisam fazer parte de um todo. Isso inclui mudanças na estrutura (elevadores, rampas, etc), adaptação de textos em braile e muito mais.

Além disso, as ações de endomarketing são muito importantes. Seja para criar um ambiente sem preconceito ou trazer as pessoas com deficiência para os debates. Como? Produzindo conteúdo com acessibilidade, ouvindo a sua opinião, etc.

Por fim, usar as redes sociais e a TV corporativa para atender essas pessoas é um ato de cidadania. Afinal de contas, adotando práticas de inclusão, as empresas se posicionam como espaços mais diversos e democráticos. Comece já!