O ESG e por que a sua empresa precisa dele?

O ESG e por que a sua empresa precisa dele?

ESG Pix Mídia
Pix Mídia
O ESG e por que a sua empresa precisa dele?

Compartilhar:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

O cuidado com o meio ambiente nunca esteve tão em alta quanto agora. Além das pessoas, que estão mudando seus hábitos para evitar que o pior aconteça, as empresas também estão fazendo a sua parte. Sendo assim, temos a sigla ESG: Environmental, Social and Governance. Em tradução livre, Ambiental, Social e Governança. Porém, o que ela quer dizer?

Em primeiro lugar, o ESG serve para reconhecer as boas práticas de empresas que se preocupam com o meio ambiente. Dessa forma, empresas que mudaram o seu jeito de produzir, por exemplo, acabam se destacando no mercado. No entanto, não é só isso. Além da defesa dos recursos naturais, o ESG também promove a inclusão e a transparência.

Ou seja, além de crescer financeiramente, as empresas estão se dando conta da responsabilidade que têm com as pessoas e o meio ambiente. Não só com os colaboradores, é claro, mas com a população num modo geral. Afinal de contas, causar impacto positivo no mundo e promover transformações são atitudes que contribuem para uma sociedade mais justa.

Digital signage e TV corporativa

No mais, para ser ESG, uma empresa deve agir e pensar de forma sustentável. Uma das formas é reduzindo o uso de papel, por exemplo. Em um mundo cada vez mais digital, existem várias soluções tecnológicas que ajudam a mudar esse hábito que prejudica tanto o meio ambiente. Entre eles, se destacam o digital signage e o uso da TV corporativa.

Para se ter uma ideia, Estudos mostram que cada brasileiro consome, em média, 50 kg de papel por ano. O que equivale a 10.600 folhas A4. Porém, instalando uma tela de mídia indoor no seu negócio, o uso de papel para ações publicitárias não será necessário. Seja para comunicar o público interno ou atrair mais clientes.

Além de mais atrativo que outros modelos de divulgação, o digital signage e a TV corporativa são versáteis. Sendo assim, podem ser instalados em qualquer lugar e comunicam vários tipos de mensagem. Porém, os ganhos não acabam por aí. O iMídiaTV possui uma biblioteca com mais de 400 modelos de templates. É só escolher e deixar com a cara da sua marca.

Todavia, os conteúdos que são transmitidos na sua grade também são importantes. Afinal, eles podem atender aos outros pilares do ESG. Abaixo, separamos algumas dicas de como abordar esses temas. Usando como base as datas comemorativas, os meses e suas cores e outras campanhas de conscientização. Vejamos cada um deles:

ESG na tela: o ambiental

o ESG e por que a sua empresa precisa dele cerrado meio ambiente
Foto: istockphoto.com

Em primeiro lugar, a Semana do Meio Ambiente, comemorada na primeira semana de junho, não é a única campanha capaz de espalhar a prática do ESG. Neste mês, por exemplo, temos duas datas igualmente importantes. São elas: o Dia da Árvore, comemorado no dia 21 de setembro, e o Dia do Cerrado, no dia 11 de setembro.

Ao passo que esses temas parecem não ter o mesmo alcance que a Semana do Meio Ambiente, eles continuam sendo bem importantes. Enquanto o Dia da Árvore traz como reflexão o desmatamento e as queimadas, cada vez mais comuns aqui no Brasil, o Dia do Cerrado marca o valor desse que é um dos biomas mais ricos do país.

De acordo com o Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o desmatamento da Amazônia, em abril deste ano, é o maior em seis anos. Em números, a Amazônia perdeu 581 km da sua cobertura vegetal. Ou seja, 43% do que foi devastado no ano passado. Na sequência, temos o cerrado, que cobre cerca de 25% do território nacional.

Portanto, divulgar esses dados na programação ajuda os colaboradores e os clientes a se informarem mais e melhor. Afinal de contas, adotar uma política sustentável dentro da empresa também pode atrair o olhar de acionistas. por exemplo. Além, é claro, de novos consumidores, que estão cada vez mais inteirados sobre o tema.

ESG na tela: o social

o ESG e por que a sua empresa precisa dele pessoas social
Foto: unsplash.com

Em seguida, temos o social, outro aspecto que faz parte do ciclo ESG. Nas últimas semanas, divulgamos vários conteúdos sobre saúde mental e como as empresas podem ser mais acolhedoras com os seus colaboradores. Portanto, os líderes que não são abusivos, que se colocam no lugar do outro e se preocupam com o clima no trabalho oferecem bem-estar às pessoas.

Contudo, o clima organizacional não é só isso. As empresas com ESG devem ser mais inclusivas, ou seja, contratar profissionais de todos os gêneros, raças, orientações sexuais e deficiências. No mais, montar uma equipe mais diversa é dar oportunidade para pessoas que vivem à margem e são menos requisitadas em um processo seletivo.

Porém, ocupar vagas não é o suficiente. Os gestores devem treinar os recém-chegados e oferecer tudo o que eles precisam para fazerem o seu trabalho. Nesse sentido, um salário compatível com o mercado e benefícios também são formas de valorizar o trabalho do time. Quer saber mais? Leia o conteúdo que postamos sobre o tema aqui.

ESG na tela: a governança

o ESG e por que a sua empresa precisa dele governanca.jpg
Foto: unsplash.com

Por fim, mas não menos importante: a governança. Isso quer dizer que as empresas precisam jogar limpo com os colaboradores. Sendo assim, os lideres devem ser claros na abordagem e nos processos. O que contribui para um ambiente de confiança e respeito em todos os setores da empresa. Porém, como colocar tudo isso em prática?

Uma das sugestões é criar canais de denúncia e conselhos. Se implantados, esses espaços servem de acolhimento para o funcionário. Portanto, caso sofra algum abuso, ele sabe a quem e como recorrer. No entanto, esses grupos precisam ser independentes e não se acoar diante dos cargos maiores.

Use a TV corporativa para divulgar esses canais e tocar em assuntos, até então, delicados. Tais como: o abuso sexual, o assédio moral, a síndrome de burnout, etc.

Para saber mais: como conseguir fundos?

Você sabia que, com o ESG, é possível emitir títulos de dívida e atrair investimentos para projetos de impacto socioambiental? São eles: 1) Títulos Verdes: fundos para energia limpa, reduzir a poluição, etc; 2) Títulos Sociais: fundos para geração de emprego e renda; 3) Títulos de Sustentabilidade: fundos para projetos socioambientais.

COMENTÁRIOS:

ARTIGOS RELACIONADOS:

Agosto Dourado na Empresa | Capa do Blog
O Agosto Dourado é o mês de incentivo à amamentação. Leia dicas criativas de endomarketing e baixe grátis o kit de imagens + vídeo!

Material Rico:

Aproveite e assine nossa newsletter
Inscreva-se no nosso blog e receba todos os nossos conteúdos gratuitos de Endomarketing e Comunicação Interna.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do nosso site. Clicando no botão Prosseguir, você concorda com o uso desses cookies. Para mais informações, acesse Politica de Privacidade