Comunicados internos: dicas, tipos e exemplos

Tipos de comunicados internos

Já precisou enviar comunicados internos e não sabia nem por onde começar? Ou então, tem dúvidas sobre quais os tipos de comunicados que uma empresa pode ter? Ou ainda, já recebeu um aviso “sem pé nem cabeça” e que não fez sentido algum? Então, confira nesse artigo, o que são comunicados , quais os tipos que existem e, ainda, veja exemplos e dicas.

Siga com a Pix nesse artigo, nosso desejo é que você faça uma boa Leitura, aproveite o conteúdo!

Uma boa comunicação interna é aquela que é pautada na transparência que é emitida de forma acessível, clara e sem burocracia, mas principalmente, é aquela que dá espaço e ouve o colaborador de forma ampla.

É evidente o caos que uma má comunicação pode fazer, ainda mais em empresas que precisam ter uma linha de produção com alta performance.

Uma má comunicação pode impactar a produção, o nível de engajamento e ainda construir grandes muros de desentendimento, uma vez que esta, pode provocar ruídos e desafetos, tanto entre setores quanto dentro de uma equipe.

Dessa forma, quanto mais objetivo, claro e sucinto for um comunicado melhor. É preciso sintetizar tudo o que há de ser dito.

Pra que serve um comunicado interno?

De forma privada o comunicado interno tem por objetivo transmitir informações importantes para a instituição, sendo assim, essas informações podem estar relacionadas a eventos, informativos gerais, estratégias e até mesmo acontecimentos de ultima hora ou programados.

Resumindo, visa comunicar algo a um determinado grupo de pessoas, ou seja, os comunicados tornam as empresas mais transparentes com os seus colaboradores.

Os comunicados formam um fluxo de comunicação estratégico dentro de uma empresa, uma vez que, esse fluxo garante que o colaborador esteja sempre informado sobre o que acontece dentro da firma, sejam questões decisórias ou seja um aviso. Dessa forma, pode-se dizer que abrange tanto a comunicação formal, quanto a informal.

Qual setor emite comunicados internos?

Se a empresa possuir um setor de comunicação é muito provável que esse será o responsável pela criação de modelos de informes e comunicados, entretanto se não tiver, essa será uma atividade do setor de RH.

Sendo assim, um conteúdo prévio será criado por um desses setores, afinal, é preciso cuidado pois além da mensagem a ser transmitida, o conteúdo deverá estar alinhado aos norteadores da firma.

Quanto a quem recebe esses comunicados, saiba que todo empregado ou setor de uma instituição pode receber um, no entanto, quem o escreve deve ficar atento ao público para o qual comunica. Afinal, isso influencia no formato, no modelo, no canal de comunicação e no tom de voz da mensagem, tudo deverá ser levado em conta na hora de criar uma mensagem.

Afinal, quais são os tipos de Comunicados internos?

Emitir comunicados é uma ótima maneira de alinhar o empregado com a firma, dessa forma, os avisos passam informações relevantes e estratégicas, assim, permitem que ambos atuem de forma integrada. Veja agora, exemplos de tipos de comunicados que podem ocorrer:

  • Divulgar ações de endomarketing;
  • Avisar sobre a abertura de vagas internas;
  • Aviso de mudança na gestão da empresa;
  • Mostrar o desempenho de algum setor;
  • Divulgar mudanças no quadro de empregados;
  • Dar informações a respeito dos benefícios corporativos;
  • Avisar sobre férias coletivas;
  • Divulgar novas diretrizes e condutas;
  • Divulgar eventos, capacitações e palestras.

Lembra quando falamos que quanto mais transparente fosse o comunicado mais forte ficaria a relação de confiança entre empregado e empresa? Pois então, veja como é crucial informá-lo sobre novas mudanças na gestão, no quadro de funcionários e até mesmo dizer quais são os benefícios corporativos.

Dicas para elaborar comunicados

Sempre há dúvidas na hora de criar um comunicado, isso é fato. Porém, existem alguns métodos que ajudam bastante na criação. Pelo escopo de um comunicado ser objetivo e claro, ou seja, deve informar sem que o leitor perca tempo e, ainda, ser acessível a esse leitor, fica um pouco mais complexo criá-lo. Veja abaixo como fazer isso:

  1. Escolha os meios para os quais a mensagem será divulgada: em uma empresa podem existir muito meios de C.I., sendo assim, o fluxo de comunicação pode se dar por um grande leque de canais. Veja abaixo, os principais meios de C.I:
  • Tv corporativa;
  • reuniões setoriais;
  • E-mail corporativo ou newsletter digital;
  • mural impresso ou jornal mural;
  • intranet;
  • jornais e revistas impressas;
  • rede social corporativa;
  • aplicativos de mensagens instantâneas.

2. Escolha o título: após escolher por onde a mensagem será posta, é hora de olhar para o que você precisa comunicar e escolher um título.

3. Linguagem: a linguagem, nesse caso, dependerá de dois fatores. Um é o meio de comunicação escolhido para passar a mensagem, o outro é para o público para quem a mensagem irá se destinar. Dessa forma, é preciso pensar na formalidade de casa mensagem.

4. Desenvolva o conteúdo: nessa parte você dará síntese para o que quer comunicar , mas lembre-se: comunique-se de forma clara e objetiva.

5. Objetivos: diga ao funcionário o objetivo de estar comunicando tal mensagem. Dessa forma, finalize logo após contar o “por que” do comunicado.

Exemplos de Comunicados

Escrever comunicados não fácil, mas também não precisa ser difícil ao extremo, sendo assim, para não restar dúvidas a respeito da produção de comunicados trouxemos alguns exemplos que podem ajudar, veja:

Exemplo de aviso sobre a abertura de vagas internas:

Prezados Colaboradores,

Temos vagas!

Informamos que as inscrições para participar do processo seletivo interno para as vagas de XXXX, XXXX e XXXX estão abertas. Caso queiram participar, por favor, acuse interesse através do e-mail: xxxx@xxxx.com.br.

Queremos que contem conosco para desenvolver a sua vida profissional, desejamos boa sorte!

Exemplo de comunicado sobre benefícios:

Caros colaboradores,

Informamos que os valores dos seus respectivos vales alimentação e refeição serão depositados no primeiro dia útil de cada mês.

Certos de suas compreensão, pedimos que aguardem o período de recarga.

Atenciosamente,

Equipe de RH.

Aviso de férias coletivas

Atenção, recado importante!

Férias coletivas iniciam no dia XX e terminam no dia XX.

Programem suas férias, descansem e aproveitem em família!

Aguardaremos ansiosos pela volta de todos, certos de que um novo ano maravilhoso se iniciará.

Atenciosamente,

Equipe de RH.

De maneira geral, os avisos são cruciais para toda a empresa, sendo assim, é importante redigi-los com atenção e cuidado. Ou seja, os colaboradores precisam se sentir confiantes frente as deliberações e comunicados que chegam.

Dessa forma, uma boa maneira de fazer isso é tornar o envio de comunicados recorrentes.

Concluindo

Primeiramente, é importante pensar no aviso como uma ordem de conduta, avisos de limpeza de materiais, de vaga ou de horários devem fazer parte dos fluxos, assim, os empregados já estarão habituados com isso.

Vale lembrar também que a C.I. faz parte desses comunicados, sendo assim, os comunicados precisar estar alinhado as estratégias nas quais a empresa se sustenta.

A C.O. também é um fator importante, uma cultura transparente e clara torna a confiança e o sentimento de “pertencer” ótimos condutores de proatividade e de um bom clima. Ou seja, ajuda em todos os sentidos.

E ai, gostou do nosso conteúdo? Que tal acessar mais artigos através desse link?
Nosso maior objetivo é criar soluções de Endomarketing, C.I, C.O., clima e cultura para facilitar suas ações na empresa.

Veja como a nossa solução de TV Corporativa ajuda com todas essas ações, acesse o links e saiba mais!

Solução para TV Corporativa
Solução para TV Corporativa