Início Comunicação Interna Dia da Mulher na Empresa: 7 dicas imperdíveis para celebrar o ano todo

Dia da Mulher na Empresa: 7 dicas imperdíveis para celebrar o ano todo

Comemorado em 8 de março, o Dia Internacional da Mulher é uma data que tem tudo a ver com o mundo do trabalho. Por isso, nada melhor do que incluí-lo no calendário de endomarketing da sua empresa.

O Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março de cada ano. 

Celebrar a data é uma forma importante de reconhecer não só a contribuição das mulheres para o desenvolvimento da empresa, mas também da sociedade como um todo. 

Além disso, essa é uma oportunidade para as organizações mostrarem que valorizam a igualdade de gênero e que estão comprometidas em promover um ambiente de trabalho inclusivo e respeitoso.

Para saber de que forma celebrar o Dia da Mulher na empresa, continue lendo:

De um lado, o sexo frágil, uma expressão que reforça a falsa imagem de que a mulher é fraca não só no físico, mas também no emocional. Do outro, a super-heroína, que anula a humanidade da mulher e a coloca como alguém que não sente dor ou cansa.

Ambos os termos estão longe do real, e é bem provável que os seus colaboradores ainda não saibam disso. Que tal falar sobre? Assuntos como a dupla jornada estão em alta na mídia e nas redes sociais, uma vez que, além do emprego, as mulheres também assumem o cuidado com a casa e os filhos.

De acordo com o IBGE, elas dedicam 21,3 horas semanais aos afazeres domésticos, enquanto os homens atingem pouco mais da metade disso: 10,9 horas. Ou seja, as mulheres trabalham quase o dobro de horas do que os homens.

Aproveite o Dia Internacional da Mulher para alertá-los sobre as suas responsabilidades com o lar e a família. Mais do que uma simples ajudinha aqui e ali, eles precisam estar cientes de que as tarefas de casa devem ser divididas igualmente, de tal modo que fique leve para ambas as partes. 

Para abordar o tema com sensibilidade e compreensão, escolha promover um diálogo aberto e construtivo, onde as expectativas e necessidades de cada um sejam devidamente atendidas.

Além disso, utilize canais como o app de comunicação interna, as redes sociais e o mural digital para atingir todos os públicos da sua empresa. Assim, ninguém fica de fora das pautas do Dia Internacional da Mulher.

1) Crie o clube da sororidade

Umas pelas outras para todas irem mais longe.

Essa é a nossa proposta de tagline¹ para o Dia da Mulher da sua empresa. A objetivo da mensagem é reforçar a importância da coletividade e união, sugerindo que, quando as mulheres se apoiam, todas podem superar desafios e atingir objetivos, sejam eles pessoais ou não.

E se as mulheres da sua empresa fossem mais unidas? O clube da sororidade é um incentivo para que elas se coloquem no lugar umas das outras e dividam suas vivências. Afinal, apesar de cada mulher ser única, todas enfrentam desafios na vida e no trabalho que podem ser similares.

Porém, em vez de uma reunião pontual, os encontros podem ocorrer de forma contínua, mesmo após o fim da campanha. Dessa forma, as mulheres da empresa terão a oportunidade e o espaço para discutir temas da atualidade, seus dilemas pessoais, bem como questões diversas, incluindo autoestima, desenvolvimento de carreira, cultura, lazer, política e muito mais.

2) Conte a verdade sobre ser mãe

Nem toda mulher sonha em ser mãe. Por outro lado, existem aquelas que têm o sonho de carregar um filho em seus braços. E está tudo bem! Respeitar o processo, a individualidade de cada uma e entender que essa é uma experiência cheia de dúvidas, inseguranças e medos é uma forma de encarar a maternidade como ela é.

Dito isso, abordar temas como a amamentação, licença maternidade, saúde mental e sexualidade nos canais de comunicação da empresa é fundamental não apenas para criar um ambiente de trabalho mais acolhedor e consciente, mas também educar e sensibilizar os funcionários sobre questões que afetam a vida de muitos colegas.

Vale lembrar que os desafios da maternidade são citados brevemente no 10º episódio da primeira temporada do podcast Endomarketing Brasil, com mentora e consultora de bem-estar corporativo Cléo Fischer. Se você deseja saber mais sobre o assunto, confira o bate-papo no YouTube e Spotify.

3) Combata e previna todos os tipos de assédio

É bem provável que você já tenha lido frases como ‘Não é não’, ‘Meu corpo, minhas regras’, e ‘Roupa curta não é convite para o assédio’ em posts nas redes sociais, cartazes e camisetas. Essas expressões carregam um significado profundo e importante: o respeito ao corpo e às decisões de uma mulher.

Por isso, algumas empresas estão se dando conta da necessidade de combater o assédio no ambiente de trabalho, através da criação de canais de denúncias, do suporte e acolhimento adequado às vítimas, e estabelecendo consequências claras e efetivas para quem ultrapassar o limite pessoal de cada colega.

Alinhado a este esforço, é fundamental utilizar diferentes meios de comunicação dentro da empresa, como o aplicativo, as redes sociais e a TV corporativa, para exibir e reforçar mensagens de combate ao assédio. Para saber mais sobre o tema, leia o artigo: ‘O assédio sexual no trabalho e porque ele deve acabar’.

4) Ouça o que elas têm a dizer

Lá em 2014, um estudo da Universidade de George Washington (EUA) mostrou que as mulheres são duas vezes mais interrompidas do que os homens em uma conversa.

Esse tipo de atitude é bem comum nas reuniões de trabalho. Afinal de contas, o público masculino costuma falar por cima das mulheres e explicar, de novo, o que já foi dito.

Baixe agora o app Woman Interrupted! Lançado no Dia Internacional da Mulher de 2017, o aplicativo detecta as interrupções dos homens em conversas do dia a dia.

De acordo com o site da ferramenta, a média de interrupção global é de 1.4 por minuto. Para se ter uma ideia, o Brasil está na 63ª posição na lista de países que mais interrompem as mulheres.

5) Estenda suas ações para fora da empresa

A rede de atendimento às mulheres vítimas de violência contempla ações e serviços de diversas áreas, tais como: a assistência social, segurança pública, saúde, entre outros. Esses espaços e programas podem, ou não, ter vínculo com o governo, e estão espalhados por todo o Brasil.

Pensando nisso, as colaboradoras da sua empresa podem se mobilizar para fazer doações de alimentos, acessórios, calçados e roupas, devolvendo, assim, um pouco de autoestima e dignidade às mulheres que foram vítimas de violência. Seja ela emocional, física, patrimonial, psicológica e/ou sexual

Para saber como introduzir essa ação na sua empresa, leia abaixo:

  • Entre em contato com a iniciativa que receberá as doações;
  • Utilize o aplicativo ou grupo no WhatsApp para arrecadar os itens e se comunicar com os colaboradores;
  • Se possível, agende uma visita ao local escolhido para fazer a entrega. 

6) Crie uma playlist colaborativa no Spotify

Que tal reunir diferentes gostos musicais e celebrar as contribuições de artistas femininas que expressam sua força e empoderamento através da música?

Durante a campanha do Dia Internacional da Mulher, incentive as funcionárias da sua empresa a escolherem músicas e/ou cantoras que as inspirem, ou que simplesmente as façam sentir-se poderosas e ouvidas.

Além disso, essa iniciativa pode ser uma oportunidade de promover diálogos dentro da empresa sobre igualdade de gênero, respeito e inclusão.

Afinal, a arte é mais do que só entretenimento: é uma ferramenta poderosa capaz de promover transformações não só nas pessoas, mas também na sociedade como um todo.

7) Dinâmica ‘Mulheres que correram para que outras pudessem andar.’

Não se pode negar que os discursos e feitos de mulheres do passado ecoaram, e continuam ecoando, até os dias de hoje, e contribuíram para a conquista de muitos direitos e liberdades.

Portanto, nada mais justo do que resgatar essas figuras inspiradoras e enaltecê-las no ambiente de trabalho, além de coletar exemplos de mulheres anônimas que fazem a diferença na vida dos colegas.

Pensando nisso, nossa equipe propôs a dinâmica ‘Mulheres que correram para que outras pudessem andar’, que visa reconhecer as contribuições de mulheres do passado que inspiraram outras no presente.

Inspire-se nos exemplos abaixo e crie os seus:

  • Daiane dos Santos
  • Rebeca Andrade
  • Elza Soares
  • Iza
  • Glória Maria
  • Maju Coutinho

Comemorado em 8 de março, o Dia Internacional da Mulher é uma data que tem tudo a ver com o mundo do trabalho. Para se ter uma ideia, em 1909, mais de 15 mil mulheres foram às ruas de Nova Iorque protestar por um trabalho mais digno.

Na época, a jornada podia durar até 16 horas por dia, 6 dias na semana. Inclusive aos domingos. Um ano depois, mulheres sindicalistas da Europa sugeriram a criação da jornada anual de protestos pelos direitos das trabalhadoras de fábricas, que ocorreu em todo o continente.

Um evento trágico também marca o Dia Internacional da Mulher. Em março de 1911, um incêndio atingiu uma fábrica de Nova Iorque e matou 125 mulheres entre 13 e 23 anos.

A situação expôs as más condições de trabalho que elas enfrentavam durante a Revolução Industrial, pois trancar as portas no horário de trabalho era uma prática comum naquela época.

No entanto, o Dia Internacional da Mulher só virou uma data oficial em 1975, quando a ONU criou o Ano Internacional da Mulher, uma forma de refletir sobre as conquistas sociais e políticas, bem como combater o machismo e a violência doméstica.

Mesmo com os avanços no que diz respeito aos direitos da mulher no mercado de trabalho, ainda existe um caminho longo pela frente.

É o que mostra o Relatório Global sobre a Lacuna de Gênero, em que o Brasil ocupa a 93ª posição no ranking que avalia a desigualdade salarial entre homens e mulheres que exercem funções parecidas. O estudo contempla 153 países no total.

E ainda tem mais! De acordo com o IPEA (2019), a presença de mulheres entre 17 e 70 anos no mercado de trabalho passou de 56,1% em 1992 para 61,6% em 2015, podendo chegar a 64,3% até 2030.

Mesmo com a alta, o número de mulheres que estão no mercado de trabalho está longe do ideal.

Isso porque a figura da mulher sempre esteve muito associada ao cuidado com a casa e os filhos, ao passo que os homens são vistos, até hoje, como os chefes de família.

Por isso, o Dia da Mulher também serve para dar um novo significado aos papéis de gênero.

Se o machismo impede muitas mulheres de conseguir um emprego, as que conseguem podem ser submetidas a situações de abuso e de violência.

Isso porque muitas delas precisam se provar mais competentes do que os próprios homens. Para se ter ideia, uma pesquisa do IBGE mostra que as mulheres ocupam, apenas, 37,4% dos cargos de liderança. Mas por que isso acontece?

Um dos motivos é o fator cultural. Afinal, muita gente acha que as mulheres só se dão bem quando atuam na educação, na saúde ou no serviço social.

Essas áreas têm tudo a ver com o cuidado com o outro, algo que, culturalmente, faz parte do dia a dia das mulheres daqui e do mundo. Além disso, a desvalorização do mercado e da sociedade interfere, até mesmo, nos baixos salários.

O curioso é que as mulheres são maioria nas universidades do país. De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 51% delas têm ensino superior.

No caso dos homens, o índice cai para 38%. Isso quer dizer que, mesmo sendo mais qualificadas do que os homens, as mulheres ainda encontram dificuldade para conseguir uma vaga ou liderar um time.

Mas isso não tem nada a ver com incompetência. De acordo com a ONU, as empresas com líderes que são mulheres têm resultados até 20% melhores.

Além disso, as equipes mais diversas tendem a ser criativas, produtivas e rentáveis, sem falar na reputação da empresa, que melhorou para 57% dos entrevistados.

Agora que você já sabe mais sobre a data e tem uma ideia de como comemorá-la na sua empresa, conheça o kit de materiais exclusivos que preparamos para você:

♀️ 1 adesivo
♀️ 1 bóton
♀️ 3 layouts editáveis p/ redes sociais (feed, stories + tablet)
♀️ 1 marca-página
♀️ 4 papéis de parede
♀️ 4 telas p/ TV corporativa
♀️ 1 vídeo (horizontal + vertical)

Baixe grátis e aposte em um conteúdo mais envolvente para engajar todos os colaboradores.

Conheça a Pix Mídia.
Peça uma demonstração gratuita.

Falta pouco para você solicitar uma demonstração grátis das nossas soluções. Preencha abaixo:

ImidiaApp

Temos outros conteúdos para você!

Como assim você vai sair antes de garantir uma

demonstração gratuita?

Preencha os campos abaixo e solicite uma demonstração gratuita.

TV Corporativa para Empresas