Conheça os elementos da cultura organizacional!

Elementos da Cultura Organizacional

Atualmente, muito se tem falado sobre cultura organizacional, porém, o que poucos falam é sobre quais são os elementos que a compõem.

A Cultura Organizacional, para os mais íntimos, a C.O. é uma estrutura crucial para todas as organizações .

De acordo com o autor Edgard Schein, cultura de uma empresa trata-se do aglomerado de princípios que certo grupo compreendeu e aceitou, configurando assim, como a solução de intercorrências negativas sobre adaptação ao local ou ambiente de integração interna da firma.

Nesse sentido, nós da Pix, resolvemos elaborar esse artigo com o objetivo de lhe ajudar a entender todos os elementos da C.O..

Fica com a gente, desejamos uma boa leitura!

A força da cultura organizacional

Os princípios de uma C.O. bem estabelecida em uma empresa atuam bem a partir do momento em que são julgadas válidas e também podem ser repassadas a novos colaboradores como sendo o padrão a ser seguido. Além de influenciar no modo de pensar e sentir em relação

Dessa forma, podemos observar que uma forte C.O. ao ser disseminada, além de perceber e influenciar na conduta dos empregados, os mantém unidos e os influencia sobre o jeito de agir e de pensar sobre si e sobre o seu trabalho naquele local.

Ainda não entendeu o que estamos falando? Então assista ao vídeo e veja você mesmo como isso ocorre na prática:

Apesar de engraçado, essa cena traz uma didática perfeita sobre como a cultura organizacional pode ser compartilhada. Mesmo que ainda se esteja no momento de integração.

Nesse sentido, pode-se observar que uma cultura bem estruturada e forte trata-se daquela onde os seus valores e norteadores são disseminados de forma vasta, chegando a todos os níveis da empresa.

Os valores da empresa, quando divulgados dessa forma transforma o empregado em um colaborador cada vez mais comprometido com os objetivos da empresa.

Ou seja, quanto mais forte a C.O. mais forte é a influencia sobre a conduta do empregado.

Dessa forma, a missão, a visão e os valores se tornam intrínsecos em todos os processos da firma, pois os empregados se envolvem com a cultura.

Agora, conheça alguns conceitos cruciais da Cultura Organizacional.

Alguns conceitos importantes!

A C.O. efetiva é aquela cujo a dominação esta em todos que integram a empresa.

Dito isso, elencamos abaixo, alguns conceitos que são fundamentais para o entendimento dos elementos da cultura organizacional, veja:

  • Cultura dominante: trata-se da cultura universal da empresa. É a própria Cultura Organizacional, ela expressa os valores essenciais que são disseminados por quase todos os empregados, em todos os níveis.
  • Subcultura: trata-se da adequação da cultura dominante à situações esporádicas. Ela é criada conforme problemas, situações e, até mesmo experiências vividas pelos empregados, pode ocorrer em todos os níveis da firma.
  • Valores essenciais: trata-se da base essencial de divulgação da C.O.. Ou seja, tratam-se dos princípios e crenças/valores básicos ou dominantes adotados por todos na empresa.

Entender esses conceitos e como eles atuam fará com que você entenda melhor todos os elementos que compõem a C.O.

Afinal, quais são os elementos da cultura organizacional?

Chegou a hora de elencar os elementos que formam a C.O. de uma empresa. A partir desse trecho ficará nítido que a cultura é comporta por sete pressupostos importantes.

Após essa seção, ficará nítido para você o entendimento dos elementos da C.O. da sua empresa, siga com a gente, acompanhe abaixo!

Valores

Aqui, estão todas as crenças disseminadas na firma. Isso mesmo, todas as crenças, mas atenção! São nos valores que são encontradas as ideologias e até mesmo crenças preconceituosas que hoje em dia seriam consideradas até crime. Fique atento ao que está sendo compartilhado nesse pressuposto.

História

Meio autoexplicativo esse conceito é definido como as histórias que envolvem a empresa, fatos que aconteceram na empresa e até mesmo sua trajetória. A relevância que se da ao fundador da firma, é um exemplo desse pressuposto.

Artefatos

Trata-se de tudo que reflete o local e ao dress-code da firma. Sendo assim, são roupas, regras de uniformas, mesas, cadeiras. Um exemplo de um artefato hierárquico é o tamanho da mesa do chefe e o estilo da cadeira que ele usa.

Linguagem

Nesse pressuposto estão os modos de disseminação de informações. Ou seja, a forma como a comunicação ocorre. Nesse sentido, ela pode ser formal ou até mesmo informal.

Hábitos

Esse pressuposto é o “queridinho” do pessoal do RH, ele configura o modo de perceber a saída no horário, se os empregados almoçam juntos ou não, como os grupos se comportam, se gostam de fazer hora extra ou não, entre outros hábitos que uma empresa com uma diversidade cultural pode ter.

Símbolos

Os símbolos é tudo aquilo que carrega uma mensagem ou até mesmo, um significado maior. Dessa forma, são as cerimônias, os aniversários, as festas de final de ano, e até mesmo ações de endomarketing promovidas pelo setor de RH. Encaixa aqui, tudo o que estreita a relação de afetividade com o empregado.

Ritos

Nesse pressuposto, observa-se todas as recorrências da C.O.. Ou seja, festas que ocorrem todo o ano como:

  • festas de final de ano como Natal e Ano novo (comemorações internas);
  • premiações de funcionários mais antigos,
  • comemorações de aniversário da empresa;
  • festividades especificas de setores.

Enfim, todos esses pressupostos são elementos que formam a C.O. da empresa.

A cultura organizacional é o que há de mais crucial para o sucesso de uma empresa. É com ela que uma empresa pode se diferenciar no mercado, ou seja, é através da cultura que pode-se atribuir a força de competitiva de valor que toda empresa almeja ter!

E ai, gostou do nosso conteúdo? Quer saber mais sobre a nossa solução de Tv Corporativa? Então clique aqui!

Solução para TV Corporativa
Solução para TV Corporativa