A Experiência do paciente antes mesmo do atendimento

Experiência do paciente com TV corporativa

Nos últimos anos muito se tem falado a respeito da experiência do consumidor, no entanto, há uma nova tendência que abrange a mesma experiência, porém no âmbito da saúde, a experiência do paciente. Quer entender mais sobre o tema? Então siga com a gente até o fim desse artigo e descubra sobre o que estamos falando!

Talvez, você deva estar se perguntando: qual é o motivo de encontrar esse tipo de conteúdo aqui no Blog da Pix? Justo onde se fala tanto em processos organizacionais? Então, a resposta é simples!

Nosso objetivo é lhe ajudar, seja com o nosso conteúdo – que sempre tem base teórica -ou seja com a nossa solução, neste artigo iremos ajudar tendo como base os dois aspectos, a nossa solução e o conteúdo.

Se você olhar mais a fundo no nosso blog, verá que nós já falamos sobre a experiência dos colaboradores, certo?

Agora, chegou a hora de nos aprofundarmos em como essa experiência pode ser alocada ao campo clinico.

Gostou? Então vem com a gente e saiba tudo sobre o tema!

A primeira impressão é a que fica, e a experiência do paciente também!

É, apesar de parecer clichê a frase acima é a mais pura verdade. Dificilmente uma primeira percepção de imagem é desfeita posteriormente. Isso, seja ela boa ou ruim, os julgamentos iniciais sempre prevalecem.

Hoje em dia muito se vê em pauta a questão da experiência do usuário, muitos nichos vem se reinventando frente a essa questão, afinal, a experiencia fideliza e isso é crucial para qualquer negócio. Com a área clinica isso não ocorre de outra forma.

Cada vez mais o consumidor está em busca do melhor atendimento e de sair satisfeito, com a certeza de que onde foi atendido as pessoas se importam com o seu bem-estar.

Vendo a esfera de instituições clinicas – como é o caso em questão – a redução do tempo de espera se mostra de suma importância para dar uma boa experiência. Isso ocorre, pois, tem uma influência direta no atendimento.

O atendimento, por sua vez, quando se trata de casos clínicos tem uma influência multifatorial. Nesse sentido, trouxemos abaixo algumas situações que possuem alta relevância neste quesito. Confira abaixo!

O que devemos levar em conta sobre o tempo de espera?

A cada dia os mercados se tornam mais competitivos (aliás, já dissemos isso antes, mas sempre é bom frisar) e isso inclui também a área da saúde.

O público consumidor no que tange a assistência médica se tornou mais exigente e a experiência de valor que gera alto impacto agora é essencial.

No entanto, antes de qualquer coisa, existem questões das quais é preciso tomar muita atenção, confira abaixo:

  • O paciente não é tão paciente assim:

Na verdade, isso não é algo especifico do paciente, todo mundo já ficou impaciente quando teve que ficar um tempo “sem fazer nada”. Isso é normal, em algum momento todos já tiveram essa sensação. No entanto, o que agrava é o paciente já estar ansioso pelo atendimento médico e ter que esperar por isso, afinal…

  • A ansiedade é constante para quem está em espera:

A angústia de estar esperando por atendimento pode ser muito grande, fica ainda mais latente quando o atendimento demanda de algo que faz com que o paciente se sinta mal ou, até mesmo, sinta dor. Nesse caso, é esperado que o paciente tenha uma reação mais ansiosa. Essa reação acaba por ficar mais intensa à medida em que o paciente não tem uma previsão de tempo para o atendimento. Com isso se gera muita incerteza!

  • A incerteza é inimiga da fidelização:

Se pergunte: eu indicaria algo que julguei ruim? Nunca, não é mesmo?
Fato, não vamos indicar algo que não esteja dentro das nossas premissas do que achamos que seja de qualidade. Alguns especialistas dizem que estar em um lugar de espera, sobretudo quando se trata de algo médico, estamos muito mais predispostos ao senso de julgamento e justiça.

Imagine o julgamento de alguém com problema sentindo-se injustiçado por não ser atendido de forma imediata. Um problema, não é mesmo?

Se o objetivo é reduzir o tempo de espera do paciente a gente te ajuda!

A tentativa de reduzir o tempo de espera é uma boa estratégia para mudar a experiência do paciente para algo melhor. Outro fator crucial é em como isso pode mudar a ideia de quem consome em relação ao atendimento que é dado.

Dessa forma, pode-se criar um vínculo maior entre o serviço e quem o consome.

Na verdade, o desejo de qualquer prestador de serviço é o reconhecimento de que o seu trabalho é muito bom. Ou seja, onde o seu público tenha satisfação, onde ele fidelize e, por consequência, volte sempre. Além é claro, das indicações que geram valor em relação a relevância e na questão financeira.

Nesse sentido com o objetivo de ajudar em relação a essa questão vamos apresentar algumas ideias que podem ser muito relevantes.

Em um primeiro momento , melhorar a experiência do paciente pode soar como sendo algo difícil, porém, existem muitas soluções que são efetivas para isso. No sentido de fazer o entendimento delas, trouxemos aqui algumas ideias que podem ser uma solução imediata para a melhora. Confira logo abaixo!

Cinco ideias que podem ajudar a melhorar a experiência do paciente

  • O paciente precisa se sentir em casa: isso mesmo, ele precisa estar à vontade. Para que isso aconteça, o segredo é manter por no local uma copa. Esta deve considerar opções variadas, de cafés à chás, de bolachas à biscoitos mais elaborados. Dar a livre escolha o fará se sentir bem e, assim, ele entenderá que você o considera muito, pois estará preparado para recebe-lo com carinho e atenção.
  • O local tem que cativar o cliente: deixar o ambiente decorado, unindo conforto e organização faz-se de suma relevância quando o assunto é cativar o cliente. Prepare o local sempre pensando em acolher o paciente de todas as formas possíveis (faça a agenda de acordo com os acentos, nunca deixe ninguém esperar em pé), e logo verá os frutos disso.
  • Todos os detalhes contam: sim, o paciente irá ver desde a forma como é disponibilizado o álcool em gel até a forma como o local é higienizado. E acreditem, isso conta muito! A limpeza do local, se as vestes dos servidores estão limpas e impecáveis, na hora de se fazer cativo, o cliente prestará atenção até nos detalhes mais minuciosos.
  • A equipe precisa estar muito bem capacitada: ao treinar a equipe para repassar os valores integrais do local, os mesmos vão compreender que a experiência também é responsabilidade deles. Isso é ótimo, pois a equipe estará alinhada pela busca do mesmo objetivo: fidelizar por meio da experiência do paciente.
  • Passatempos ajudam muito: apostar em outros meios para distrair é uma das apostas mais atuais para melhorar a questão da experiência:

– Revistas com muitos temas;
– Jornais atualizados;
– Experiência sensorial sonora do local;
– Dispor de Wi-fi para conexão em mídias sociais;
– TV Corporativa.

Existem muitas opções, porém temos uma dica de ouro que irá fazer toda a diferença, veja mais abaixo.

A Tv Corporativa é a peça chave na melhora da experiência do paciente!

A tecnologia da Tv Corporativa ajuda, principalmente na redução da percepção de tempo de espera. Para clinicas onde os atendimentos costumam ser mais demorados isso é muito bom!

Com ela é possível interagir de forma dinâmica e autêntica com qualquer paciente.

Ela permite melhorar a experiência em locais clínicos dos mais diversos segmentos:

  • consultórios;
  • clinicas;
  • centros médicos em geral.

Com as muitas possibilidades da Tv Corporativa, fica mais fácil propor informação ao mesmo tempo em que se trabalha o “entreter” no tempo de espera de atendimento.

Sendo assim, é possível programar os conteúdos de forma antecipada e garantir através da tecnologia da Tv, que o seu paciente estará desfrutando de uma experiência completa.

Com a solução de Tv Corporativa ficou muito mais fácil prover uma experiência do paciente de qualidade e de quebra, livra-lo do tédio enquanto espera o atendimento.

Quer conhecer mais sobre a nossa solução de Tv Corporativa? Fique à vontade para clicar aqui e entender todos os benefícios da nossa solução!

Solução para TV Corporativa
Solução para TV Corporativa